PRF terá curso para lidar com motoristas sob efeitos de drogas - União do Policial Rodoviário do Brasil

Notícias

União do Policial Rodoviário do Brasil

Casa do Inspetor associação de PRF, notícias PRF, Policia Rodoviária Federal , PRF em Ação , UPRB

União do Policial Rodoviário do Brasil - Casa do Inspetor

test banner

Post Top Ad

Casa do Inspetor - PRF

Post Top Ad

Casa do Inspetor

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

PRF terá curso para lidar com motoristas sob efeitos de drogas

Foto de arquivo

O Ministério da Justiça anunciou nesta quarta-feira que todos os policiais rodoviários federais serão capacitados até 2014 para o enfrentamento ao álcool e outras drogas no trânsito. Segundo o ministério, os policiais serão preparados para lidar com os motoristas sob o efeito dessas substâncias. Entre os objetivos está a redução do número de acidentes e a implantação de uma nova cultura entre os motoristas brasileiros.
No Espírito Santo, o curso já começou no último dia 3. Nesta quarta e quinta-feira, receberão treinamento os primeiros 40 policiais do Distrito Federal. A abertura estava programada para as 9h, mas começou com mais de uma hora de atraso, à espera do ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo. As próximas turmas a receber treinamento serão as da Bahia, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul. Até julho, a meta é capacitar 2,5 mil policiais rodoviários federais dessas cinco unidades da federação. A PRF conta com quase 10 mil policiais em todo o Brasil.
O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, destacou que entre as várias atribuições do ministério está a segurança pública. E que a melhoria dessa área passa pela capacitação dos agentes. "Aquela que sem sombra de dúvida foi afirmada como prioridade pelo governo Dilma é a segurança púlbica. A segurança pública é a prioridade do Ministério da Justiça", afirmou, acrescentando: "Dentro dessas premissas da integração (entres os diferentes órgãos de governo e com outros países), de melhoria de gestão, nós temos também a questão de capacitação. Nós sabemos que apenas pessoas bem capacitadas poderão desenvolver suas atividades".
A diretora geral da Polícia Rodoviária Federal, a inspetora Maria Alice, classificou a iniciativa como um grande investimento. "É mais um passo importante que estamos dando, principalmente na capacitação de nossos policiais. É um dos grandes investimentos da nossa área: capacitar os policiais e servidores para que eles estejam aptos a atender todas as demandas que temos".
A secretária nacional de Políticas sobre Drogas, Paulina Duarte, deu destaque ao caráter educativa da capacitação, de tentar mudar a cultura de trânsito no Brasil. Segundo ela, a iniciativa ajudará a atingir um acordo assumido com a Organização Mundial da Saúde (OMS) de reduzir em 50% o número de mortes no trânsito até 2022. "Muito além da aplicação crua da lei, nós precisamos também trabalhar com a educação (dos motoristas)", afirmou. "Nós estamos inaugurando hoje um dos melhores cursos de capacitação, da melhoria da educação no trânsito, já realizado", acrescentou.

Segundo o coordenador da Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad), José Rossy, as turmas terão em média 30 pessoas. O curso terá duração de 20 horas, divididos em dois dias, e ajudará os policiais a identificar os sinais e sintomas de motoristas sob efeito de álcool e outras drogas, além de fornecer informações sobre os efeitos dessas substâncias e prejuízos que podem causar.
Ele também informou que, além dos policiais rodoviários federais, o objetivo é expandir o programa para outras polícias, como a Civil, a Militar e a Federal, além de autoridades civis, como juízes e promotores. De início, a PRF vai disponibilizar um grupo de instrutores que irá até as outras instituições, no que foi chamado de "efeito multiplicador".
O curso é uma iniciativa da Senad e do Departamento de Polícia Rodoviária Federal (DPRF). Também participa do projeto o Núcleo de Estudos e Pesquisa em Trânsito e Álcool da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).
Da Agência O Globo

Post Top Ad

Casa do Inspetor - UPRB