Cardozo: combate a homicídios e violência no trânsito em 2012 - União do Policial Rodoviário do Brasil

Notícias

União do Policial Rodoviário do Brasil

Casa do Inspetor associação de PRF, notícias PRF, Policia Rodoviária Federal , PRF em Ação , UPRB

União do Policial Rodoviário do Brasil - Casa do Inspetor

test banner

Post Top Ad

Casa do Inspetor - PRF

Post Top Ad

Casa do Inspetor

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Cardozo: combate a homicídios e violência no trânsito em 2012

BRASÍLIA - O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, afirmou nesta quarta-feira que em 2012 o ministério trabalhará com programas para reduzir a violência e a criminalidade. Serão dois eixos: um contra os homicídios e outro voltado para o trânsito. Segundo o ministro, a segurança pública é uma prioridade da presidente Dilma Rousseff, e o ministério dará continuidade a programas já existentes, como a campanha do desarmamento, o plano de fronteiras, a criação de 60 mil vagas em presídios até o fim do governo e o programa de enfrentamento às drogas, em especial o crack.

Cardozo citou inclusive o discurso feito na terça-feira pelo novo ministro da Educação, Aloizio Mercadante. Bem humorado, Mercadante afirmou, na cerimônia de posse no Palácio do Planalto, que os projetos apresentados à presidente Dilma Rousseff passam por uma fase de espancamento, em que eles são desconstituídos e têm seus defeitos expostos.
- Em 2012, estamos trabalhando neste ano com programas relacionados à violência, à criminalidade. Os homicídios serão enfrentados com um programa. O piloto está pronto, para que agora possamos espancá-lo - dise Cardozo.
Em relação às ações no trânsito, o ministro citou a Operação Rodovida, lançada em dezembro do ano passado, que tem por objetivo reduzir a gravidade dos acidentes de trânsito, por meio de ações integradas entre a Polícia Rodoviária Federal (PRF), as policias estaduais e as agências de trânsito.
- A operação Rodovida dá indicativos de que esse é o caminho.
Ele elogiou a campanha do desarmamento em 2011, classificando-a como "exitosa", por ter recolhido quase 40 mil armas. O ministro voltou a falar da nova ênfase que terá a campanha, com a destruição de armas apreendidas em fóruns. O acordo com o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que permitirá a destruição dos armamentos, já havia sido anunciado em outubro do ano passado. Segundo o ministro, a destruição vai evitar que as armas sejam furtadas.
As declarações do ministro foram dadas durante abertura de curso que vai capacitar todos os policiais rodoviários federais para o enfrentamento ao álcool e outras drogas no trânsito. Os elogios à PRF ficaram para a parte final do discurso.
- A PRF, com exceção do programa dos presídios, está presente em todos os planos prioritários do Ministério da Justiça - afirmou Cardozo, acrescentando:
- A tropa (da PRF) tem correspondido. Tem vestido a farda - não digo camisa, porque é farda - na hora certa.
Fonte:  Agência O globo

Post Top Ad

Casa do Inspetor - UPRB