PRF apreende anabolizantes e lança-perfume dentro de automóvel na rodovia Transbrasiliana - União do Policial Rodoviário do Brasil

Notícias

União do Policial Rodoviário do Brasil

Casa do Inspetor associação de PRF, notícias PRF, Policia Rodoviária Federal , PRF em Ação , UPRB

União do Policial Rodoviário do Brasil - Casa do Inspetor

test banner

Post Top Ad

Casa do Inspetor - PRF

Post Top Ad

Casa do Inspetor

segunda-feira, 1 de outubro de 2012

PRF apreende anabolizantes e lança-perfume dentro de automóvel na rodovia Transbrasiliana


Às 20h do dia 28/9, a Polícia Rodoviária Federal apreendeu anabolizantes e lança-perfume na rodovia Transbrasiliana.

Durante fiscalização de combate ao crime, realizada na altura do km 99 da BR-153, município de José Bonifácio, policiais rodoviários federais da Equipe Tática da 9ª Delegacia da PRF em conjunto com a Receita Federal deram ordem de parada a um veículo VW/Jetta.
Indagados sobre o motivo da viagem, os ocupantes informaram que tinham ido a Foz do Iguaçu a passeio e que compraram algumas mercadorias no Paraguai.
Ao vistoriar o automóvel, foram localizados equipamentos eletrônicos, perfumes e relógios, além disso foram encontrados 12 frascos de lança-perfume, 11 estavam ocultados entre a lataria e o forro do porta-malas e 1 dentro da mochila do passageiro. Escondidos dentro das portas traseiras foram localizados 486 frascos e 1000 comprimidos de anabolizantes.
Os PRFs encontraram no bolso do condutor duas notas constando a relação exata dos anabolizantes. O motorista afirmou que adquiriu os lança-perfume, pelo valor de R$ 80,00, para utilizar em festas, e que os anabolizantes seriam revendidos em Brasília. O passageiro disse que sabia dos lança-perfume, inclusive o motorista teria lhe dado um pouco para uso na noite anterior, mas alegou desconhecer a existência dos anabolizantes. Apesar disso, foram encontradas mensagens no celular do ocupante, indicando a encomenda desse tipo de produtos.
Referente ao carro, o motorista disse que o mesmo era de propriedade de seu padrasto, mas uma procuração pública encontrada no porta-luvas dava poderes ao mesmo inclusive para transferir ou aliená-lo.
A ocorrência foi apresentada na Polícia Federal de São José do Rio Preto, onde a autoridade autuou os dois indivíduos por crime contra a saúde pública, bem como apreendeu os produtos e o veículo.

Post Top Ad

Casa do Inspetor - UPRB