PRF prende mulher que transportava grande quantidade de anfetaminas e anabolizantes em ônibus no município de Campos dos Goytacazes - União do Policial Rodoviário do Brasil

Notícias

União do Policial Rodoviário do Brasil

Casa do Inspetor associação de PRF, notícias PRF, Policia Rodoviária Federal , PRF em Ação , UPRB

União do Policial Rodoviário do Brasil - Casa do Inspetor

test banner

Post Top Ad

Casa do Inspetor - PRF

Post Top Ad

Casa do Inspetor

sexta-feira, 13 de abril de 2012

PRF prende mulher que transportava grande quantidade de anfetaminas e anabolizantes em ônibus no município de Campos dos Goytacazes

Na manhã desta sexta-feira (13), no Km 78 da BR 101, em Campos dos Goytacazes, agentes da Polícia Rodoviária Federal apreenderam uma grande quantidade de medicamentos proibidos que eram transportados no bagageiro de um ônibus de linha interestadual. Uma passageira foi identificada como dona da mercadoria e presa.

A ação ocorreu durante fiscalização de rotina quando os agentes pararam um ônibus que vinha de São Paulo com destino ao Espírito Santo. No bagageiro externo do ônibus foi encontrada uma mala contendo 6.000 (seis mil) comprimidos de Desobesi (anfetamina) e 15.000 comprimidos de Pramil (disfunção erétil). A partir da identificação afixada na bagagem, os policiais encontraram uma passageira sentada na poltrona indicada no bilhete de passagem. Com ela, ainda foi encontrada uma bolsa com mais 124 frascos de anabolizantes (65 frascos de Stanozoland, 7 de Hormotrop, 17 de Oxandroland e 35 de Winstrol). 
A mulher, de 37 anos, inicialmente negou ser dona do material, mas a etiqueta na mala e o controle de bagagem e identificação de passageiro que fica de posse do motorista do ônibus levaram à sua identificação. Ela revelou que as bolsas foram entregues por uma pessoa desconhecida na rodoviária de São Paulo e que deveria entregá-las a outra pessoa que a estaria esperando na rodoviária de Vitória-ES, usando um boné vermelho.
Os medicamentos apreendidos tem a comercialização proibida no País e seu valor de venda no mercado negro atinge cerca de R$ 180 mil reais.
A mulher foi encaminhada para o registro da ocorrência na 134ª DP (Campos dos Goytacazes), onde foi autuada por tráfico ilícito de entorpecentes e drogas afins. O ônibus foi liberado e prosseguiu viagem.


Post Top Ad

Casa do Inspetor - UPRB