segunda-feira, 5 de março de 2012

PRF registra redução de 10,79% no número de acidentes no primeiro bimestre do ano

PRF registra redução de 10,79% no número de
acidentes no primeiro bimestre do ano

Balanço bimestral revela dado preocupante – 623 pessoas foram multadas por dirigirem sem possuir habilitação

João Pessoa, 05 de março de 2012 – A Polícia Rodoviária Federal registrou no primeiro bimestre do ano 626 acidentes, com 369 feridos e 41 mortes. O número de acidentes é 10,79% menor ao registrado no mesmo período de 2011, quando ocorreram 713 acidentes, com 439 feridos e 30 mortes. Do total de acidentes registrados, 149 envolvem motocicletas, o que representa 23,8%. Nesses dois primeiros meses, 1.981 pessoas foram flagradas cometendo algum tipo de infração de trânsito nas rodovias e estradas federais do Estado.
            
Entre os acidentes registrados nos dois primeiros meses do ano, as quatro principais causas foram falta de atenção com 194 ocorrências, seguido por 57 acidentes por não manter a distância de segurança do veículo da frente, 41 foram ocasionados pela combinação perigosa entre ingestão de bebidas alcoólicas e direção veicular e 38 ocorreram por excesso de velocidade. Os tipos mais comuns de acidentes de trânsito registrados foram colisões traseiras, com 180 ocorrências; saídas de pista com 112 registros e colisões laterais, com 103 ocorrências.
            Dados preocupantes – O número de pessoas flagradas dirigindo sem possuir habilitação chamou a atenção da PRF. Apenas no primeiro bimestre do ano, 623 motoristas foram multados por essa infração gravíssima, que tem o valor de R$ 574,62.  O condutor não habilitado não conhece as regras de circulação e as placas de sinalização, o que reflete diretamente no número de acidentes de trânsito registrados.
            Ainda em relação às infrações mais cometidas pelos motoristas no primeiro bimestre do ano, nas rodovias e estradas federais paraibanas, esta deixar o passageiro de usar cinto de segurança, com 381 registros. Essa é uma infração grave, que custa ao motorista R$ 127,69 e cinco pontos na Carteira Nacional de Habilitação. Em um acidente de trânsito em que os passageiros estão sem cinto de segurança existe uma grande probabilidade de, com o impacto da colisão, os ocupantes serem projetados para fora do veículo ou até mesmo lesionar de forma permanente o passageiro e o motorista que ocupam os bancos da frente.          
            Transitar pelo acostamento também é uma infração que infelizmente é muito cometida, com 217 ocorrências e representa para o motorista uma multa no valor de R$ 574,62 e sete pontos na CNH. Outra notificação que aparece como destaque é dirigir sob o efeito de álcool, na qual 185 pessoas foram notificadas. Dessas pessoas flagradas dirigindo sob efeito de álcool, 79 acabaram presas por estarem com o teor de álcool acima de 0,29 mg/l. 
                As ações de combate ao crime também foram intensificadas no primeiro bimestre do ano. Nesse período, 154 pessoas de foram detidas pelos mais diversos tipos de crime, número 62% maior que a quantidade registrada no mesmo período do ano anterior. A população tem exercido um papel decisivo no enfrentamento à criminalidade através das denúncias realizadas pelo telefone de emergência 191. 
                   

Ocorrências
1º Bimestre 2011
1º Bimestre 2012
Acidentes
713 acidentes de trânsito
626 acidentes de trânsito
Pessoas feridas
439 pessoas feridas
369 pessoas feridas
Mortes
30 pessoas mortas
41 pessoas mortas
CNH recolhidas
 129 CNH’s
229 CNH`s
Veículos retidos
319 veículos retidos
439 veículos retidos
Veículos fiscalizados
15.940 veículos
18.902 veículos
Combate ao Crime

Pessoas detidas
95 pessoas
154 pessoas
Armas de fogo
11 armas
14 armas
Munições
50 armas
171 munições
Veículos recuperados
06 veículos
08 veículos


Inspetora Keilla Melo
Núcleo de Comunicação Social

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | coupon codes