Balanço Operacional – Operação Carnaval 2012 - rodovias de São Paulo - União do Policial Rodoviário do Brasil

Notícias

União do Policial Rodoviário do Brasil

Casa do Inspetor associação de PRF, notícias PRF, Policia Rodoviária Federal , PRF em Ação , UPRB

União do Policial Rodoviário do Brasil - Casa do Inspetor

test banner

Post Top Ad

Casa do Inspetor - PRF

Post Top Ad

Casa do Inspetor

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Balanço Operacional – Operação Carnaval 2012 - rodovias de São Paulo


Ministério da Justiça
Departamento de Polícia Rodoviária Federal
6ª Superintendência Regional/SP
Núcleo de Comunicação Social



PRF ENCERRA OPERAÇÃO CARNAVAL
ACIDENTES DIMINUEM EM RELAÇÃO AO ANO PASSADO



                            São Paulo (23/2/2012) – Às 24h do dia 22/2/2012, a Polícia Rodoviária Federal encerrou a Operação Carnaval que teve início na última sexta feira, às 0h do dia 17/2.
                            Durante os seis dias de Operação a Polícia Rodoviária Federal registrou uma diminuição no número de acidentes e de feridos e o mesmo número de mortes em relação ao mesmo período do ano passado ao longo das rodovias federais que passam pelo estado de São Paulo.
                            Essa diminuição foi ainda maior se levarmos em consideração que, neste ano durante o período do Carnaval, houve aumento do fluxo de veículos na maioria das rodovias federais em relação ao Carnaval do ano passado.
                            Isso porque em março do ano passado o Carnaval foi marcado por muita chuva durante todos os dias de folia e, neste ano, houve predomínio de sol na maior parte do feriado. Sendo assim, mais pessoas e veículos se deslocaram em função do tempo bom.


Quantidade de acidentes, feridos e mortos no Carnaval 2011/2012
OPERAÇÃO CARNAVAL
2011
2012
    ACIDENTES
278
229
FERIDOS
120
95
MORTOS
7
7

Fonte: SISGER e ROD

PRF em Números
                           
                   Nos seis dias de feriado ao longo das cinco rodovias federais que cortam o estado de São Paulo, a Polícia Rodoviária Federal fiscalizou 10.794 veículos, efetuou 4008 autuações por infrações de trânsito, recolheu 148 CRLV's (Certificado de Registro e Licenciamentode Veículo) e 41 CNH's (Carteira Nacional de Habilitação) irregulares, realizou 3508 testes de bafômetro, efetuou 61 multas por embriaguez e prendeu em flagrante 19 motoristas por dirigirem bêbados.

                  
Tempo bom e pista seca


                        O feriado de Carnaval foi marcado por tempo bom e seco em quase todos os dias e rodovias federais de São Paulo. Com a pista seca, o motorista tende a abusar da velocidade e do excesso de confiança ao volante.
                   Os acidentes com mortes registrados nas rodovias federais foram causados por imprudência dos motoristas, por desobediência à sinalização e por falta de atenção de pedestres que foram atropelados.


Mortes no Carnaval


                        Das 7 mortes registradas no período do Carnaval, 06 ocorreram na rodovia Régis Bittencourt, BR 116, que liga São Paulo à região Sul do país e caracterizada pelo tráfego intenso de veículos, a outra ocorreu na BR 153, Rodovia Transbrasiliana, em Marília. A causa dos acidentes que resultaram nessas mortes, foram, no entanto, por imprudência do motorista, falta de atenção do pedestre e desobediência à sinalização.
                   Do total das mortes, 03 foram por atropelamento de pedestres, 02 por capotamento associados ao excesso de velocidade e falta do uso do cinto de segurança, 01 queda de motociclista por falta de atenção e uma colisão transversal envolvendo duas motocicletas por ultrapassagem em local proibido.


Fiscalização efetiva e conscientização


                        Além da fiscalização massiva de repressão ao uso de bebida alcoólica, do excesso de velocidade e da ultrapassagem em local proibido, a Polícia Rodoviária Federal espera atingir resultados ainda mais expressivos nos próximos feriados em função da campanha educativa de conscientização dos motoristas através do envio de cartões postais que demonstram o perigo de adoção de condutas de risco no trânsito com potencial ofensivo similar ao de uma arma de fogo.
                   As mortes deste ano tiveram, na conduta imprudente e na falta de atenção de motoristas e pedestres, fatores determinantes para a morte de pessoas no trânsito das rodovias federais. É nesse tipo de conduta que o trabalho de conscientização da PRF busca atingir e mudar. A Polícia Rodoviária Federal acredita que, somente com o apoio e consciência de todos os envolvidos no trânsito, é que vamos conseguir alcançar a segurança nas rodovias.

Post Top Ad

Casa do Inspetor - UPRB