Polícia realiza operação e apreende cinco carros envolvidos em rachas - União do Policial Rodoviário do Brasil

Notícias

União do Policial Rodoviário do Brasil

Casa do Inspetor associação de PRF, notícias PRF, Policia Rodoviária Federal , PRF em Ação , UPRB

União do Policial Rodoviário do Brasil - Casa do Inspetor

test banner

Post Top Ad

Casa do Inspetor - PRF

Post Top Ad

Casa do Inspetor

sábado, 19 de novembro de 2011

Polícia realiza operação e apreende cinco carros envolvidos em rachas

A Polícia Rodoviária Federal (PRF), Polícia Civil da Paraíba (PC) e Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público da Paraíba realizaram uma megaoperação na manhã desta sexta-feira, dia 18, e apreenderam cinco veículos que estariam fazendo “rachas” nas rodovias federais que cortam o estado.

Denominada “Velocidade Limitada”, a operação teve início por volta das 4h30 e as apreensões foram realizadas em bairros nobres da capital. “Os veículos foram apreendidos nas residências nos proprietários, nos bairros de Manaíra, Jardim Luna e Cabo Branco, mas ninguém foi preso”, contou Keila Melo, inspetora da PRF.

A operação foi motivada por denúncias anônimas e embasadas em vídeos disponibilizados na internet pelos próprios infratores. “ O crime era praticado durante o dia e todos os veículos foram modificados para adquirirem maior potência e consequentemente maior velocidade. Alguns desses carros, a exemplo do Honda Civic Black Bull, apreendido em uma oficina, consegue atingir 100 km/h em apenas 4,6 segundos e nos vídeos o GPS acusava a velocidade máxima de 270km/h”, contou Walter Mota, inspetor da PRF.

Além do Black Bull, foram apreendidos um Gol GTI de cor prata, dois Honda Civil, um de cor vermelha e outro prata e um Chevrolet Camarro de cor amarela. Na residência dos proprietários os policiais recolheram ainda aparelhos celulares, câmeras fotográficas e filmadoras utilizadas para registrarem os “rachas”.

“Com esse material, conseguiremos identificar outros veículos envolvidos nos “rachas” e garantir a punição adequada para essas pessoas. Apesar de ninguém ter sido preso, os proprietários responderão na justiça pelo crime e podem ter as carteiras nacionais de habilitação suspensas”, explicou o delgado da Polícia Civil Leonardo Souto Maior.

Mais detalhes da operação serão divulgado à imprensa durante uma entrevista coletiva marcada para começar às 10h na sede do Gaeco, no Centro de João Pessoa.

O Norte
Diario de Pernambuco

Post Top Ad

Casa do Inspetor - UPRB