PRF apreende meio milhão de maços de cigarros em dois caminhões no Paraná - União do Policial Rodoviário do Brasil

Notícias

União do Policial Rodoviário do Brasil

Casa do Inspetor associação de PRF, notícias PRF, Policia Rodoviária Federal , PRF em Ação , UPRB

União do Policial Rodoviário do Brasil - Casa do Inspetor

test banner

Post Top Ad

Casa do Inspetor - PRF

Post Top Ad

Casa do Inspetor

quarta-feira, 13 de abril de 2016

PRF apreende meio milhão de maços de cigarros em dois caminhões no Paraná

PRF apreende meio milhão de maços de cigarros em dois caminhões no Paraná

As duas ocorrências foram encaminhadas à Receita Federal e à Polícia Federal em Guaíra; um contrabandista foi preso
PRF apreende meio milhão de maços de cigarros em dois caminhões no Paraná

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu mais de meio milhão de maços de cigarros contrabandeados do Paraguai em duas ocorrências distintas no final da noite desta terça-feira (12), ambas em Guaíra, na região oeste do Paraná.
A primeira carreta apreendida foi abordada pelos policiais rodoviários federais às 22 horas, na BR-163. O motorista desobedeceu a ordem de parada, abandonou a cabine e fugiu a pé, por uma área de mata.
Tanto o caminhão quanto o semirreboque apresentavam placas clonadas. Dentro da carreta havia cerca de 350 mil maços de cigarros.
Uma hora mais tarde, a equipe da PRF se deparou com outro caminhão em atitude suspeita, parado no acostamento da BR-163.
Inicialmente, o motorista, de 31 anos de idade, disse ter sido alvo de uma tentativa de assalto.
O compartimento de carga do caminhão, do tipo silo -- normalmente utilizado para o transporte de ração --, estava lotado de caixas e pacotes de cigarro. Seriam pelo menos 200 mil maços, de acordo com uma estimativa preliminar da PRF.
Com seus sinais identificadores adulterados, o veículo portava placas clonadas. A placa original tinha registro de roubo na cidade de Mimoso do Sul (ES), em janeiro de 2015.
A PRF encaminhou as duas ocorrências para unidades da Receita Federal e da Polícia Federal em Guaíra.
pena para o crime de contrabando é de dois a cinco anos de reclusão. O valor total de mercado das duas cargas apreendidas ultrapassa R$ 2 milhões.



Post Top Ad

Casa do Inspetor - UPRB