PRF flagra caminhão com quase 1000 evasões de pedágios - União do Policial Rodoviário do Brasil

Notícias

União do Policial Rodoviário do Brasil

Casa do Inspetor associação de PRF, notícias PRF, Policia Rodoviária Federal , PRF em Ação , UPRB

União do Policial Rodoviário do Brasil - Casa do Inspetor

test banner

Post Top Ad

Casa do Inspetor - PRF

Post Top Ad

Casa do Inspetor

sexta-feira, 21 de agosto de 2015

PRF flagra caminhão com quase 1000 evasões de pedágios

PRF flagra caminhão com quase 1000 evasões de pedágios

Para três caminhões, estavam registradas mais de 1800 evasões dos pedágios da Régis. Um deles contava com mais de 980 evasões.
PRF flagra caminhão com quase 1000 evasões de pedágios
Na terça-feira (19), às 22h15, PRFs abordaram um caminhão de cor branca e placas de Blumenau/SC que acabara de se evadir da Praça de Pedágio de Miracatú, km 370 da Régis. O mais impressionante foi o número de vezes que este motorista fez a mesma coisa: 984 outras vezes.
Mais cedo, outro dois casos semelhantes já haviam acontecido. No primeiro, por volta das 16h40, PRFs em serviço na Unidade Operacional de Registro, km 439 da Régis, foram informados por colaboradores da Concessionária Autopista Régis que um caminhão, de cor branca e placas de Balneário Arroio da Silva/SC, acabara de se evadir da Praça de Pedágio de Juquiá, km 426 da Régis. Ele foi abordado minutos depois, e acumulava outras 190 evasões registradas só na Régis.
Logo em seguida, já por volta das 22h10, a mesma equipe abordou um outro caminhão, também com placas de Blumenau/SC. Além de se evadir sem pagar o pedágio de Miracatú/SP, km 370 da Régis, ainda tinha outras 659 evasões registradas.

Questionados, todos os motoristas admitiram que realmente preferiam fugir sem pagar o pedágio, apesar de a tarifa básica custar R$ 2. A concessionária cobrou os quase R$ 18 mil de pedágios atrasados. Antes de prosseguirem viagem, o caminhoneiros ainda foram multados pelos PRFs. Agora que estão identificados, os danos provocados às cancelas também serão cobrados judicialmente.
Além da evasão em si, que já é uma infração grave, a maioria desses motoristas evasores trafegam em alta velocidade nas praças de pedágio e danificam as cancelas, colocando em risco a vida dos colaboradores da concessionária e a dos demais usuários.

Post Top Ad

Casa do Inspetor - UPRB