terça-feira, 6 de janeiro de 2015

Mortes caem 17% nas rodovias federais do Paraná após três semanas de Operação Rodovida

O número de mortes nas rodovias federais do Paraná caiu 17,2% nas três primeiras semanas da Operação Integrada Rodovida em relação ao mesmo período do ano anterior. O balanço é da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Entre os dias 12 de dezembro e o último sábado (3/1), 48 pessoas morreram em acidentes ocorridos no estado. Há um ano, no mesmo período, o total de mortes registradas pela PRF no Paraná havia sido de 58.

Os números de pessoas feridas e de acidentes também apresentaram uma redução similar. O total de feridos passou de 928 para 774, uma queda de 16,6%. O de acidentes, de 1.366 para 1.130, resultado 17,3% menor que o verificado há 12 meses.

No último fim de semana, desde a última sexta-feira (2/1) até o início da manhã desta segunda-feira (5/1), a PRF não registrou nenhuma morte no Paraná. O estado tem cerca de quatro mil quilômetros de rodovias federais.

A Operação Integrada Rodovida é um esforço conjunto de fiscalização de trânsito que reúne, além da PRF, forças estaduais e municipais de segurança com o objetivo de reduzir os números de acidentes e mortes em todo o Brasil.

Embriaguez e ultrapassagens

A Operação Rodovida tem quatro focos principais de fiscalização: o controle do excesso de velocidade, o combate ao uso de álcool pelos motoristas, o policiamento dos locais onde há mais registros de ultrapassagens proibidas e abordagens específicas de motocicletas.

De 12 de dezembro a 3 de janeiro, apenas no Paraná, a Polícia Rodoviária Federal emitiu 424 autos de infração por embriaguez ao volante. Em 123 dessas ocorrências, os motoristas foram presos em flagrante pela PRF porque o índice de embriaguez ultrapassou 0,34 miligrama de álcool por litro de ar expelido dos pulmões.

Desde o início de novembro, 7,1 mil motoristas foram autuados pela PRF no estado por ultrapassagens proibidas. A multa por esse tipo de manobra passou para R$ 957 nos casos de ultrapassagem pelo acostamento ou pela contramão onde há faixa dupla contínua.

Já o motorista que força a ultrapassagem entre veículos que estão na iminência de passar um pelo outro está sujeito à multa de R$ 1.915, além da suspensão do direito de dirigir.

Cronograma da operação

A primeira fase da Operação Integrada Rodovida vai até o final de janeiro. Entre os dias 6 e 22 de fevereiro, a operação entra em uma segunda fase, que abrangerá o período do Carnaval.

A PRF listou cem trechos prioritários em todo o país, onde houve maior registro de acidentes graves. Nesses trechos, as ações de fiscalização serão reforçadas.

No Paraná, apenas na primeira fase da Operação Rodovida, estão previstos mais de 70 comandos de fiscalização conjuntos da PRF com órgãos de trânsito estaduais e municipais de trânsito, em todas as regiões do estado.






Balanço parcial da Operação Rodovida no Paraná





AcidentesFeridosMortos
12 de dezembro a 3 de janeiro (2013/14)1.36692858
12 de dezembro a 3 de janeiro (2014/15)1.13077448


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | coupon codes