quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

PRF divulga tira-dúvidas sobre concurso de 2009

12/01/2012
A Polícia Rodoviária Federal divulgou em seu site um tira-dúvidas sobre o concurso para 750 vagas, suspenso há mais de dois anos devido a irregularidades nas provas e descumprimentos contratuais.
Em relação à anulação de questões da prova objetiva, a PRF esclarece que não cabe revisão da decisão final da banca examinadora da Funrio referente ao gabarito da prova objetiva. O edital prevê que a execução do concurso é de competência da organizadora, entidade responsável por todos os procedimentos relacionados à 1ª etapa, incluindo a revisão da prova objetiva. Os recursos contra pareceres da banca examinadora e pedidos de anulação de questão, em determinados casos, são encaminhados, administrativamente, para análise da Advocacia Geral da União. Mas, de acordo a PRF, há uma tendência de a AGU seguir o posicionamento predominante do Judiciário, que é o de não se deter à análise de mérito das questões.
Um acordo firmado em setembro entre a PRF e a Funrio, que garantiu a continuidade do concurso, estabelece que a organizadora continuará responsável pelas demandas judiciais referentes às provas objetiva e de redação, em especial as ações judiciais que envolvam anulação de questões da prova objetiva ou determinação para que os autores possam prosseguir nas demais etapas. Assim, as demandas devem ser enviadas à Funrio.

De acordo com a PRF, a nova organizadora do concurso, que é o Instituto Cetro, e a Coordenação de Ensino da PRF divulgarão, o mais breve possível, editais para iniciar a retomada do concurso.

Nos próximos dias a organizadora divulgará um edital para atualização de dados cadastrais e opção de local para realização das próximas etapas da primeira fase (exame de capacidade física, avaliação psicológica e avaliação de saúde).

Os candidatos aprovados nas provas objetivas e redação serão convocados para a realização do exame de capacidade física e avaliação psicológica, que ocorrerão em dias subsequentes, com datas prováveis na primeira quinzena de fevereiro.

Conforme o edital de abertura, publicado em 2009, para os exames de capacidade física e avaliação psicológica serão convocados três vezes o número de vagas, ou seja, 2.250 candidatos.

Já para a avaliação médica serão até 1.500 candidatos, os melhores colocados e aptos na fase anterior (capacidade física e avaliação psicológica). Destes, 750 serão chamados para o Curso de Formação Profissional, com duração de cerca de 3 meses.
Na avaliação de saúde os exames apresentados devem ter sido realizados há no máximo 180 dias.
Novos concursos
Sobre a realização de novos concursos, a PRF informou que recentemente o Ministro da Justiça divulgou que pretende realizar concurso para ingresso de 1.500 policiais ainda este ano, mas que, no entanto, depende de aprovação do Ministério do Planejamento.

A administração da PRF afirmou ainda que tem se mobilizado para viabilizar a criação e provimento dos cargos de natureza administrativa. Sobre o tema, para 2012, é esperada a aprovação pelo Congresso Nacional do Projeto de Lei 2.205/2011, que propõe a criação de 1.422 vagas no governo federal, das quais 260 para a área administrativa, para substituir terceirizados.

O cargo de policial rodoviário federal exige nível superior em qualquer área e idade entre 18 e 65 anos.

fonte:g1.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | coupon codes