quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

PRF lança sistema integrado de consultas operacionais

PRF lança sistema integrado de consultas operacionais

Em um único ambiente virtual, o policial poderá realizar consultas em vários bancos de dados como CNJ e da própria PRF
PRF lança sistema integrado de consultas operacionais
A Polícia Rodoviária Federal (PRF) lançou,  o novo Sistema de Consultas Operacionais (SICOP). O lançamento foi realizado na Sede do Órgão, em Brasília, e contou com a participação da Diretora-Geral, Maria Alice Nascimento. O objetivo do sistema é padronizar e oferecer mais qualidade na fiscalização de trânsito.
O SICOP será mais uma ferramenta que o policial rodoviário federal poderá contar durante o trabalho ordinário. Em novembro, os policiais já começaram a utilizar novas funcionalidades no PRF Móvel, um aplicativo de celular que facilitou o trabalho dos policiais durante as fiscalizações nas rodovias federais na consulta, recolhimento de veículos e autuações.
Diferente do aplicativo, já utilizado pela PRF, o SICOP será acessado por meio de navegador de internet (computador, smartphone e tablet). Assim, o policial que estiver na Unidade Operacional terá mais informações para auxiliar o policial que solicitar informações na pista. A Central de Informações Operacionais (CIOP) também terá mais opções de consulta para agilizar o atendimento ao cidadão.
Com o novo sistema, o policial poderá pesquisar dados do proprietário do veículo com apenas um clique. No mesmo espaço virtual, será possível pesquisar dados do veículo, do banco nacional de mandados de prisão, entre outros. As consultas ficam ativas e minimizadas enquanto outras consultas são realizadas com a mesma quantidade de informações.
Outra novidade da nova ferramenta é que durante a consulta, o policial rodoviário federal poderá inserir dados sobre alguma suspeita durante a abordagem. Essas informações inseridas serão salvas no sistema e aparecerão em consultas futuras. No caso de um veículo que já foi envolvido em acidente, os dados do acidente também são apresentados ao policial durante a consulta.
De acordo com o Coordenador-Geral de Operações, Daniel Costa, o novo sistema chega para auxiliar o policial durante as abordagens. "As ferramentas tecnológicas otimizam o resultado do PRF na pista, proporcionando qualidade na prestação pública e mais segurança na abordagem. É importante que os policiais rodoviários federais tenham mecanismos para exercer sua função com excelência em todo o país”, explicou.
Foi realizada uma visita técnica, onde a PRF pôde observar os procedimentos realizados na fronteira entre México e Estados Unidos percebendo aspectos importantes de fiscalização. O objetivo é trazer para a PRF o mesmo nível de práticas adotas nos locais mais sensíveis do mundo e dotar cada policial das mesmas ferramentas.
O trabalho de criação do sistema foi realizado pela Coordenação-Geral de Operações, Coordenação-Geral de Planejamento e Modernização e pela Direção-Geral com base nas demandas do policiamento ordinário com objetivo de oferecer maior suporte ao policial em suas abordagens. O sistema entra em vigor no início de janeiro e não altera os sistemas já disponíveis.
Para a Diretora-Geral, Maria Alice, esse é o resultado do esforço da gestão na busca pela qualidade do serviço prestado. “Mais que uma boa entrega, trata-se de um suporte para o policial que atua na atividade fim. É muito importante fornecer tecnologia para que as abordagens sejam seguras e gerem resultados. A gestão tem trabalhado de forma conjunta para subsidiar as ações dos policiais e esse é mais um sistema que visa mostrar o reconhecimento da gestão pelo empenho dos policiais rodoviários federais na atividade fim. Está na nossa governança proporcionar a melhor forma de trabalho para o policial”, destacou.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | coupon codes