Helicóptero da PRF resgata grupo de amigos perdido há cinco dias na Serra do Mar - União do Policial Rodoviário do Brasil

Notícias

União do Policial Rodoviário do Brasil

Casa do Inspetor associação de PRF, notícias PRF, Policia Rodoviária Federal , PRF em Ação , UPRB

União do Policial Rodoviário do Brasil - Casa do Inspetor

test banner

Post Top Ad

Casa do Inspetor - PRF

Post Top Ad

Casa do Inspetor

quinta-feira, 2 de junho de 2016

Helicóptero da PRF resgata grupo de amigos perdido há cinco dias na Serra do Mar

Helicóptero da PRF resgata grupo de amigos perdido há cinco dias na Serra do Mar

Sem comida e sem água, os cinco tinham sinais de desidratação, mas não precisaram de atendimento médico
Helicóptero da PRF resgata grupo de amigos perdido há cinco dias na Serra do Mar

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) realizou no início da tarde desta terça-feira (31) o resgate aéreo de um grupo de cinco amigos que estavam perdidos desde a última sexta-feira (27) no meio da Serra do Mar, no Paraná.
O grupo havia saído a pé na última quinta-feira (26) de Piraquara, na região metropolitana de Curitiba, com destino a Morretes, no litoral paranaense. No meio do caminho, eles se perderam da trilha que pretendiam seguir.
Na manhã de hoje (31), o Corpo de Bombeiros solicitou o apoio do helicóptero da PRF. As condições adversas do clima na região, porém, não permitiram o voo antes do meio-dia.
No início da tarde, a aeronave da PRF se deslocou até o local e, após alguns sobrevoos, localizou o grupo, no Morro do Leão, em Morretes. O último contato deles havia sido feito ontem, por telefone.
Nenhum deles precisou de atendimento médico, mas o grupo já apresentava sinais de desnutrição e de desidratação. A comida que eles tinham havia acabado ontem e a reserva de água, na madrugada de hoje.
O helicóptero da PRF fez duas viagens para transportar o grupo e seus equipamentos até a sede do Corpo de Bombeiros em Morretes.

Frio e chuva
Os amigos têm entre 29 e 45 anos de idade. Eles pretendiam chegar até a Estação Marumbi, onde fariam uma das trilhas até o pico. Todos moram na região de Curitiba.
Além da falta de suprimentos, o grupo enfrentou o frio e a chuva. Para evitar hipotermia, precisaram se manter parte do tempo abraçados uns aos outros.
A água da chuva molhou todo o equipamento e sacos de dormir, o que fez triplicar o peso que cada um carregava.
Cerca de duas horas antes de avistarem o helicóptero da PRF, eles chegaram a ouvir, à distância, apitos dos bombeiros que faziam buscas por terra.


Post Top Ad

Casa do Inspetor - UPRB