terça-feira, 15 de abril de 2014

PRF inicia Operação Semana Santa / Tiradentes 2014 nesta quinta-feira (17) PRF/MS

PRF inicia Operação Semana Santa / Tiradentes 2014
Reforço na fiscalização das rodovias federais

A Polícia Rodoviária Federal inicia a 00h00 desta quinta-feira, 17, a “Operação Semana Santa/Tiradentes”. 
A Semana Santa é o segundo feriado nacional com o maior número de acidentes computados pela PRF. Marcado por reuniões familiares e festas religiosas, este feriado registra aumento significativo do fluxo de veículos e de ônibus de passageiros com destino às cidades do interior do país, diferentemente do movimento do Carnaval, quando os turistas seguem do interior para o litoral. O reforço na fiscalização será estendido até às 23h59 da segunda-feira (21), já que a homenagem a Tiradentes prolongou o feriado e deve influenciar no deslocamento de volta dos motoristas.

Foco nas infrações que contribuem para a gravidade dos acidentes
A Polícia Rodoviária Federal, durante todo o feriado, promoverá reforço concentrado no policiamento ostensivo em locais e horários de maior incidência de acidentes focando suas ações para garantir aos usuários das rodovias federais, segurança, conforto e fluidez do trânsito. Serão priorizadas as ações preventivas para redução da violência do trânsito e de acidentes relacionados ao excesso de velocidade, àalcoolemia ao volante e às ultrapassagens proibidas. Além disso, serão alvos da fiscalização as motocicletas e os ciclomotores, frequentemente com índices elevados de letalidade.

Tecnologia a serviço da vida
Para inibir os motoristas e combater a infração mais cometida, a PRF contará com 150 radares espalhados pelas rodovias federais. À disposição dos policiais, nos trechos com altos índices de acidentes, os radares são capazes de identificar os veículos acima da velocidade permitida mesmo a dois quilômetros de distância. A intenção é coibir o excesso de velocidade que, juntamente às ultrapassagens proibidas, somam mais de 40% das multas aplicadas pela Polícia Rodoviária Federal.
Desde que começaram a operar, os novos radares já flagraram veículos transitando com o dobro da velocidade permitida para a via.

Principal causa de mortes é a ultrapassagem
Além da velocidade excessiva, a PRF concentrará os seus esforços para coibir a ultrapassagem mal realizada. As duas infrações contribuem para ocorrência da colisão frontal, que é o tipo de acidente mais letal. Apesar de representar apenas 3% do total de acidentes, é responsável por 32% das mortes nas rodovias federais.

Prevenção e educação na tela do Cinema Rodoviário
Além do patrulhamento ostensivo, a PRF também promoverá ações educativas nas rodovias federais, buscando sensibilizar motoristas e passageiros de seus papéis na construção de um trânsito mais seguro. Em vários postos pelo país, o condutor flagrado cometendo alguma infração será abordado e, enquanto aguarda a notificação, será convidado pelos policiais a assistir a vídeos que mostram comportamentos inadequados no trânsito e as consequências dessas condutas. Os motoristas têm a oportunidade de fazer uma reflexão sobre suas atitudes e assimilar novos hábitos.

Cautela nunca é demais
A PRF alerta aos condutores que a previsão é de tempo chuvoso em grande parte do país durante o feriado. Esse prognóstico provoca maior lentidão no trânsito, prejudica a visibilidade, reduz a aderência dos pneus e dificulta as manobras de emergência.Para fazer uma viagem tranquila e com menos riscos, alguns cuidados para dirigir na chuva são essenciais:

  • Durante a chuva, ou com o asfalto molhado, o motorista deve aumentar a distância em relação ao veículo que trafega a sua frente. Assim, é possível evitar freadas bruscas, que nessas condições elevam o risco de derrapagens e aquaplanagens;
  • As borrachas das palhetas do limpador de para-brisa precisam estar em bom estado de conservação para que a chuva afete o menos possível a dirigibilidade do veículo. Elas devem ser trocadas uma vez por ano;
  • Os faróis devem estar sempre acesos;
  • Redobre o cuidado nas curvas e frenagens;
  • Evite passar em poças ou locais com acúmulo de água;
  • O 'pisca-alerta' somente deve ser acionado em caso de parada não prevista ou pane no veículo. Trafegar com o pisca-alerta ligado provoca a sensação de que o veículo à frente está parado, fazendo com que o condutor do veículo atrás freie, com risco de provocar acidente;
  • Em caso de chuva forte, o motorista deve procurar um lugar seguro e, assim que possível, parar o carro. Nunca pare sobre a pista e só pare no acostamento se houver alternativa; o ideal é parar completamente fora da via.
Na pista molhada, o condutor corre o risco de passar por uma situação de aquaplanagem, que acontece por alguns fatores:
  • Excesso de água na pista;
  • Calibragem inadequada dos pneus;
  • Velocidade incompatível com a via;
  • Pneus desgastados (lisos).

Ao perceber que seu veículo perdeu a aderência com a via, siga as seguintes orientações:
  • Tire o pé do acelerador até retomar o controle completo da direção;
  • Não freie, pois se as rodas estiverem travadas no momento em que voltar o contato dos pneus com a pista, o veículo poderá desgovernar-se;
  • Segure o volante com firmeza, mantendo-o alinhado.

A PRF orienta, entretanto, que a pista seca não deve ser justificativa para excessos de velocidade. Radares estarão posicionados em pontos estratégicos para coibir essas imprudências. As principais causas de acidentes são excessos de velocidade e ultrapassagens indevidas, em geral com tempo bom.

Trânsito fluindo nos horários de pico
Para aumentar a fluidez do trânsito nas rodovias de pista simples, maior parte da malha viária nacional, o tráfego de treminhões e bitrens, veículos com dimensões excedentes e caminhões-cegonha será restrito durante o feriado. Nos dias e horários de maior movimento, esses veículos não poderão transitar, independentemente de estarem carregados e possuírem Autorização Especial de Trânsito (AET).
O motorista que descumprir a determinação será multado pela PRF. A infração é média, gera multa de R$ 85,13 e quatro pontos na CNH. Além disso, o condutor será obrigado a permanecer com o veículo estacionado até o final do horário de restrição.

OPERAÇÃO SEMANA SANTA/TIRADENTES
DIA DA RESTRIÇÃO
HORÁRIO DA RESTRIÇÃO
17/04/2014 (quinta-feira)
16h às 24h
18/04/2014 (sexta-feira)
06h às 12h
21/04/2014 (segunda-feira)
16h às 24h


Trechos críticos
As Rodovias BR 163 e BR 262 são as que apresentam maior fluxo de veículos, já que passam pelas maiores cidades e dão acesso às fronteiras com outros estados e países, assim como são utilizadas para escoamento da produção. Ao aproximarem-se de centros urbanos concentram um grande número de acidentes, a maior parte sem maior gravidade, como colisões traseiras. Mato Grosso do Sul não apresenta pontos críticos como em outros estados que possuem curvas acentuadas ou serras, e sim trechos críticos, como aqueles próximos aos centros urbanos. Nossas rodovias apresentam em sua maioria retas, o que contribui para o motorista aumentar sua autoconfiança na direção, que o leva muitas vezes a cometer infrações e provocar acidentes, especialmente ao amanhecer ou anoitecer, que são os períodos considerados mais críticos.
A BR 163 concentra aproximadamente a metade dos acidentes que ocorrem todos os anos, isto devido ao grande número de caminhões que circulam por ela. Há também a falta de acostamento em diversos trechos e o anel viário, onde há o encontro da área urbana com a rodovia, havendo a circulação de um grande número de motocicletas, ciclistas e pedestres, o que contribui para o aumento de acidentes. Na BR 262 a orientação é para que os condutores estejam atentos por estarem na região do Pantanal, onde é comum animais cruzarem a pista, vindo a colidir com os veículos. Daí a importância do emprego de maior atenção dos motoristas ao transitarem por estes trechos, obedecendo às leis de trânsito.
A Polícia Rodoviária Federal priorizará o policiamento e fiscalização na Capital e em todo interior do Estado, orientando esforços e intensificando os trabalhos com emprego de reforço e otimização da escala de serviço para atendimento das rodovias federais nos trechos considerados mais críticos, que são os de Campo Grande, Nova Alvorada do Sul, Dourados, Coxim e Três Lagoas.
Para realização das atividades policiais serão disponibilizados aparelhos de radar para fiscalização de velocidade, sendo oito deles novos, que integram câmera de vídeo e máquina fotográfica digitais, etilômetros para realização de testes de alcoolemia, novas viaturas e armamento ostensivo, além da realização de ações educativas, visando diminuir a violência no trânsito.
A Polícia Rodoviária Federal tem buscado, ainda, a elaboração e emprego de novas estratégias de atuação, a fim de sempre aprimorar os serviços prestados à comunidade e se adequar às novas realidades. Por outro lado, é necessário que o motorista seja consciente e prudente nas atitudes que toma enquanto dirige seu veículo, respeitando e cumprindo as leis de trânsito e não colocando sua vida e de outras pessoas em risco. Desta forma, teremos um trânsito efetivamente seguro, especialmente nesta época de feriado, quando se aumenta o tráfego pelas rodovias federais.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | coupon codes