terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

PRF prende 50 kg de pasta de cocaina e prende 2 suspeitos na Via Dutra

Rio - Agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreenderam cerca de 50 quilos de pasta base de cocaína, na Rodovia Presidente Dutra, na altura do Jardim América, na chegada ao Rio, no fim da noite desta segunda-feira. A apreensão foi feita no primeiro dia de reforço no policiamento da PRF nas proximidade do Complexo da Maré, próxima região que será ocupada pelas forças de segurança do Rio. A carga - avaliada em cerca de R$ 2 milhões - estava em um veículo que tinha sido rebocado em Itatiaia, no Sul Fluminense. Dois homems foram presos.

Segundo o agente da PRF Anderson Monteze, os policiais das delegacias de Resende, Campos e do Rio participavam do reforço no policiamento na Baixada Fluminense, determinado pelo comando da corporação.
Foto: Osvaldo Praddo / Agência O Dia
Foto: Osvaldo Praddo / Agência O Dia
Há um quilômetro do posto da PRF, na Pavuna, na pista lateral da Via Dutra, sentido Baixada Fluminense, os agentes abordaram os ocupantes do Polo preto, placa LBW-7004. Demonstrando nervosismo, os dois caíram várias vezes em contradição. Os policiais descobriram que Leonardo Luzitano Castro de Vasconcelos, de 29 anos, tinham um mandado de prisão pendente por roubo e já tinha cumprido outros dois pelo mesmo crime. Felipe Nogueira da Silva, 25, estava no carona do veículo.
Ainda segundo os agentes, um dos suspeitos tentou quebrar um chip do telefone celular que usuava. O circuito foi recuperado e os agentes descobriram várias mensagens recebidas questionando a demora e a localização da dupla. Na pista sentido Rio da Via Dutra, os agentes passaram a suspeitar da Blazer branca, placa BSV-9030, da cidade de Minas do Leão (RS), que estavam em um reboque estacionado em um posto de gasolina, no Jardim América, próximo a Avenida Brasil.
O veículo foi levado para o posto da PRF. Lá, agentes com o auxílio de funcionários da concessionária que administra a Via Dutra descobriram a droga embalada em bexigas no fundo falso da Blazer. Algumas tinham a inscrição "Feliz Cumple". Havia a suspeita também da existência de armas, mas nada foi encontrado. Segundo o motorista do reboque, ele foi contratado em Itatiaia por um homem conhecido como Gaúcho, para trazer o veículo para o Rio. Segundo o contratante, o cunhado de Gáucho providenciaria todos os trâmites para receber o carro no Rio. Segundo a polícia, o reboquista não participava do esquema e foi ouvido como testemunha.
Foto: Osvaldo Praddo / Agência O Dia
Foto: Osvaldo Praddo / Agência O Dia
De acordo com levantamento da PRF, a Blazer passou cerca de 15 dias no Paraguai antes de retornar ao Brasil. Nesse período os policiais acreditam que o veículo e o fundo falso foram preparados para acomodar a droga. O veículo seguiu por Foz do Iguaçu e Curitiba, antes de chegar a Itatiaia. Os agentes crêem que o dono tenha simulado uma pane no veículo para enviá-lo ao Rio com o entorpecente para fugir da fiscalização da polícia.
Ainda segundo Anderson Monteze, a pasta base de cocaína apreendida poderia geral cerca de 200 quilos da droga no varejo. Ele não tem dúvida que o material seria refinado e misturado para abastecer as bocas-de-fumo controladas por traficantes do Rio de Janeiro. A Via Dutra, de acordo com o agente, faz parte da rota Paraguai-Rio. Uma das estratégias dos traficantes é utilizar veículos de passeio em situação regular.
Leonardo e Felipe estão sendo autuados por tráfico internacional de drogas. Eles estão presos na sede da Polícia Fedral, na Praça Mauá.

POR Marcello Victor

fonte : www.odia.com.br

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | coupon codes